Pesquisar este Blog

Postagens mais lidas

domingo, 30 de outubro de 2011

Por dentro da simbologia!

Símbolos

Dentada - As fileiras de dentes são como muros de fortaleza em relação ao ser humano: no plano dos símbolos, é o forte que guarda o espírito.

Dentes - Os dentes significam a perfeição com a qual dividem o alimento que recebem; porque cada essência intelectual, tendo recebido em dom de uma outra essência mais divina, a intelecção unificadora, divide-a  e multiplica-a providencialmente para elevar espiritualmente, tanto quanto possível, a essência inferior que tem a seu cargo.

Escada – É o símbolo por excelência da ascensão e da valorização, ligando-se à simbologia da verticalidade. Mas, ela indica uma ascensão gradual e uma via de comunicação em sentido duplo entre diferentes níveis. Em relação à altura seria a dimensão de um ser visto do exterior. Ela é também o símbolo das permutas e das idas e vindas entre o céu e a terra. É sempre pelos degraus sucessivos que a alma realiza sua própria ascensão. Os três degraus de novato, de avançado e de perfeito; ou de canal psíquico e espiritual; ou de via purgativa, iluminativa e uvitiva, são divisões variadas que ...

Porta - Simboliza o  local de passagem entre dois estados; entre dois mundos; entre o conhecido e o desconhecido; também, abre espaço da luz para as trevas, ou vice-versa. A porta se abre sempre sobre um mistério, causando espanto diante de uma situação positiva ou negativa. Ela também tem valor psicológico, indica não somente uma passagem, mas convida a atravessá-la. É  o convite à viagem rumo ao além... a passagem da terra ao céu – (de Vilela). Assim, esse objeto é a comunicação do instrumento oculto – ( a Cartomante).

Casa – Significa o ser interior, segundo Bacheland; seus andares, seu porão e sótão simbolizam diversos estados da alma. O sótão representa a elevação espiritual, ... Na psicanálise, a casa é vista detalhadamente numa relação com o corpo: a fachada corresponde à aparência externa; o telhado, à consciência; o porão, ao inconsciente e a cozinha corresponde às transformações psíquicas. Símbolo do cosmo. Símbolo do corpo humano (religião – o corpo é o templo da alma, do espírito).

Serpente – É um vertebrado que encarna a psique inferior; o psiquismo obscuro, o que é raro,  incompreensível e misterioso. Na psicanálise é símbolo sexual masculino pelo formato fálico e feminino pelo ventre devorador, é símbolo da libido. No antigo Testamento é animal impuro; representa o pecado e satanás; também simboliza a inteligência, a serpente de bronze de Moisés foi objeto cúltico dos judeus. Representação simbólica de Cristo é a serpente nos báculos dos bispos. Na arte medieval cristã encontramos a representação da serpente tentadora do paraíso, com cabeça de mulher e seios. Para os romanos eram símbolos dos espíritos do lar e da família. O Fisiológico cita a serpente como Mateus – 10,16 : “Sede prudentes como as serpentes e sem malícia como as pombas”.

Estrada – Via; caminho. Direção; rumo. Trajeto; percurso.

– Parte do corpo dos homens e dos animais mais próxima da terra. Relaciona-se com a vontade (instrumentos da locomoção). Pisar a terra simboliza tomar posse. Pisar o inimigo simboliza a sujeição total. Na crença dos romanos entrar com o pé direito traz sorte e com o pé esquerdo traz azar. Os pés descalços são símbolos de humildade; da pobreza inconsciente. Na psicanálise o pé é símbolo fálico (relativo ao falo – pênis).

Pedra – Difundida mundialmente apresenta papel relevante no simbolismo da maioria das civilizações. Os meteoritos caídos do céu simbolizam a união entre o céu e a terra. Pela dureza simboliza os poderes divinos, eternidade, a força concentrada, a imutabilidade, dispensadora de vida. As pedras sepulcrais são símbolos de proteção aos mortos, continuando viva a força ou a alma dos mortos. Na bíblia a rocha e a pedra são símbolos da força de Deus protetor.

Apolo – Mitologia e Alquimia  - símbolo do sol. Nome grego significa “do fundo do leão”relação Do sol com o signo do Zodíaco Leo.

Jogo – O jogo é um fenômeno primordial da vida. De forma variada, simples, mental e fisicamente mais desenvolvida, de estratégias, o jogo permeia a linguagem, o culto, a cultura e a vida social e política. Símbolo de luta contra homens ou obstáculos a serem vencidos de acordo com regras.

Jogo de Xadrez – Simboliza a luta entre opostos associados aos contrários bem/mal; vida/morte.

Noite – Símbolo das trevas misteriosas; do irracional; do inconsciente; da morte; do seio materno; do acolhedor; da fecundidade.

Olho – Principal órgão da percepção sensitiva. Símbolo da visão espiritual, é relacionado com a luz, com o espírito, espelho da alma. Na bíblia o olho é símbolo da onisciência, da vigilância e onipresença protetora de Deus. O olho na mão de Deus simboliza a sabedoria criadora. O olho dentro de um triângulo significa Deus Pai na Trindade.

Catástrofe – Na psicanálise é símbolo de mudanças para transformações psíquicas.

Ervas – plantas medicinais ou venenosas.

Asas – Símbolo da espiritualidade, da imaginação e do pensamento.

Boca  - Símbolo do poder do espírito, da força criadora, da insuflação da alma e da vida.

Osso – Considerado pelos antigos caçadores como portadores da essência ou da força vital; após comer a carne os ossos deveriam ser entregues à natureza, ou à água, ou ao fogo para a continuação da espécie.

 Véu – Símbolo de mistério, de ocultação da verdade, de ocultação da divindade. Abrir o véu é símbolo de revelação, de conhecimento, de iniciação.

Orelha – Símbolo da audição, da comunicação e da obediência. Na Idade Média, o ouvido era considerado sede da memória – juízo.

Janelas – Simboliza penetração, possibilidade e distância. Numa torre alta faz analogia ao ser humano; simboliza a consciência. Simboliza também em alguns casos os olhos da alma; do interior para o exterior.

Mesa – Centro de reunião de pessoas; símbolo da refeição comunitária, de uma comunidade. Segundo o Islamismo Deus inscreve o destino dos homens numa grande mesa.

Chapéu – símbolo do pensamento.

Mão – Símbolo da força e do poder. Na psicanálise, a mão simboliza a significação geradora.

Mar – Ambivalente. Símbolo da força vital; símbolo do abismo que engole; símbolo do inconsciente; símbolo do infinito; símbolo do dissolver-se em Deus.

Ferreiro – Dominador do fogo é símbolo cosmogâmico. Transformador poderoso e criador. Negativamente,  relacionado com o fogo subterrâneo, a magia negra e o inferno.

Criança – Símbolo da espontaneidade e da inocência. Símbolo do princípio e das possibilidades plenas ( Evangelhos).

Mundo – Domínio em que se desenvolve uma existência. No simbolismo de nível temos o nível infernal, terreno e celestial.

Mãe – Na psicanálise a mãe é símbolo do inconsciente coletivo, do lado obscuro, esquerdo da existência, a fonte da água da vida.

Pai – Ligado ao princípio masculino, simboliza o consciente. É representado pelos elementos ar e fogo, pelo céu, pela luz, pelos raios e pelas armas.

Mulher – A simbologia da mulher reporta a Magna Mater – mãe, cidade, natureza; também à relação impulsiva, afetiva, intelectual e moral (Eva, Helena, Sofia e Maria) das mulheres.

Coração – É ponto central do homem. Todo centro é símbolo da eternidade. Presente na simbologia de várias culturas como o meio/lugar da espiritualidade, da intuição e da sabedoria, o coração de maneira geral é símbolo do amor e da amizade.

Meio-dia – Claridade máxima e sombra, é a hora da decisão misteriosa (lenda da antiguidade).

Rosto – Simboliza a manifestação da vida espiritual.

Três – É o número do princípio masculino, ao lado do 1 (divino) e do 2 (feminino). Seu elemento é a água e sua figura é o triângulo, ambos presentes no símbolo médico-alquimista. Símbolo da plenitude. Exerce fundamental papel universal em quase todas as religiões. Exprime ordem intelectual e espiritual; em Deus, no Cosmo ou no Homem. Sintetiza a trindade do ser vivo ou resulta na conjunção de 1 e de 2; Pai – Mãe – Filho (Representando a família). Esse número para os chineses é perfeito;  a expressão da totalidade e conclusão: nada lhe pode ser acrescentado. Para os cristãos é a perfeição da unidade divina: Deus é um em três pessoas; Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo. Os três reis magos. As três virtudes: fé, amor e esperança. Três princípios fundamentais na alquimia: o enxofre, o sal e o mercúrio. Os senhores do universo são três irmãos: Zeus, o céu e a terra; Posêidon, os oceanos; Hades, os infernos. Nos contos e lendas: três enigmas a decifrar, três provas a vencer. Na filosofia o trio é princípio intermediário entre pensar e ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget