Pesquisar este Blog

Carregando...

Postagens mais lidas

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Como acabar com o “Cecê”, mal cheiro nas axilas?

Mau cheiro nas axilas tem solução

Quem sofre por causa do mau cheiro nas axilas, mais conhecido como asa ou cecê, sabe o quanto é difícil conviver com este problema. Qualquer esforço físico já é o suficiente para molhar a roupa em baixo dos braços e começar aquele odor desagradável. Quem sofre de bromidrose axilar, nome científico desta doença, sabe o quanto é difícil conviver com ela não importando se é inverno ou verão. Trocar de roupa toda hora, escolher cores escuras ou brancas, viver com uma toalhinha a tira-colo para secar o suor, são práticas constantes para quem tem bromidrose axilar.
A bromidrose axilar está associada em muitas vezes com a hiperidrose nas axilas, que provoca um aumento da umidade local com acúmulo de bactérias e fungos, que causam este odor desagradável. As bactérias se proliferam com maior intensidade em ambientes úmidos e quentes, por isso, pessoas que transpiram mais, podem ter maiores problemas com o mau cheiro nas axilas ou em outras regiões do corpo, como os pés.
Manter as axilas bem limpas e secas, preferir tecidos como algodão, evitar tecidos sintéticos e lavar bem as roupas após cada uso, são algumas boas dicas para contornar o problema. Os dermatologistas também utilizam medicamentos tópicos, para amenizar os efeitos da bromidrose.

O tratamento definitivo para o problema é a cirurgia. Este procedimento conhecido como simpatectomia vídeo-torácica atua sobre o nervo simpático reduzindo a umidade local e consequentemente o odor nas axilas. 
O tratamento cirúrgico é considerado minimamente invasivo já que é realizado por vídeo-cirurgia e tem grau de agressão cirúrgico muito pequeno. A satisfação pós-operatória com o resultado é muito grande.

Atualmente a técnica de bloqueio dos estímulos nervosos na produção da umidade axilar é a de clipagem ao invés de cortar o nervo. A interrupção do estímulo utilizando “clipes de titânio” que tem 3 mm apresentam vantagens já que preservam o nervo, a dor pós-operatória normalmente é menor, existe a possibilidade de reversão da cirurgia e ocorre uma menor intensidade dos efeitos colaterais.
A alternativa cirúrgica é muito segura na resolução do problema do odor axilar. A melhora na qualidade de vida destas pessoas ocorre de maneira radical. As complicações não são comuns. O tempo de internação é menor que 24 h e o retorno às atividades cotidianas é muitíssimo rápida.
Dr. Samis Abu El Haje
De acordo com o senso comum, Conceição Trucon, declara cuidados para cuidar do famoso ‘Cecê’ debaixo do braço, atente:
Outro dia assisti em uma série de TV americana chamada CSI uma moça espremendo limão em seu corpo para sair o cheiro residual que ficou após ela ter contato com um corpo em estado de putrefação.
Alguns naturalismas mais ortodoxos são usam sabonete para tomar banho. Usam somente o suco do limão para fazer tal asseio. Cortam o limão ao meio e o esfregam em todo o corpo antes de receber a ducha de água fria ou morna.
Realmente o limão é um excelente bactericida e um antibiótico natural. Tanto em uso interno, como externo.
No uso externo você pode inclusive preparar fórmulas com farelo de aveia ou açúcar, para tratar manchas, pele oleosa e para o caso de mau cheiro nas axilas, o famoso "cecê".
Neste caso terás que passar o suco do limão no local, diariamente à noite (por 30 ou mais dias). Deixar uns 5-10 minutos e tomar banho. O problema é que quando volta-se a usar uma roupa usada antes do tratamento, mesmo limpa, ela ainda conterá resquícios da bactéria e da fermentação nas axilas. Este é o motivo pelo qual deves realizar o tratamento por 30 ou mais dias: precisas avaliar.
Outra recomendação é tratar as roupas contaminadas deixando de molho por 30 minutos em água com limão. Coloque 1 litro de água numa bacia + o suco fresco de 1 limão. Misture bem e depois coloque de molho as camisas e camisetas contaminadas.
Lembrando: Este tratamento direto nas axilas, assim como o banho com limão, deve sempre ser realizado à noite para evitar o contato com o sol.

 Conceição Trucon

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget