Pesquisar este Blog

Postagens mais lidas

sábado, 26 de novembro de 2011

As promessas - Hiram Hutto


Pré-milenarismo (3º de uma série de artigos)
As promessas

Uma das doutrinas mais fundamentais da maioria, senão todas, dos premilenaristas é que antes do fim dos tempos Deus dará a terra de Canaã aos judeus. Isso supostamente é porque ele lhes prometeu aquela terra mas nunca cumpriu sua promessa e, já que Deus é fiel, ele os dará a terra.É verdade que Deus prometeu essa terra aos descendentes de Abraão (os judeus). No entanto, a Bíblia mostra que não é verdade que ele não cumpriu a sua promessa. Como já observamos em Josué 21:43-45, “Desta maneira, deu o SENHOR a Israel toda a terra que jurara dar a seus pais; e a possuíram e habitaram nela...Nenhuma promessa falhou de todas as boas palavras que o SENHOR falara à casa de Israel; tudo se cumpriu.” 

Também observamos que ficar com a terra estava condicionado à sua fidelidade.Claramente, eles eram infiéis e conseqüentemente perderam o direito de ficar na terra. Deus não deve essa terra a eles devido à infidelidade deles.

Outra promessa que Deus fez aos descendentes de Abraão pode ser achada em Gênesis 13:16, onde ele disse a Abraão, “Farei a tua descendência como o pó da terra; de maneira que, se alguém puder contar o pó da terra, então se contará também a tua descendência”. Depois, em Gênesis 15:5, ele disse a Abraão, “Olha para os céus e conta as estrelas, se é que o podes. E lhe disse: Será assim a tua posteridade”. Essa promessa também já se cumpriu. Quando Balaão tentou amaldiçoar Israel, “Então, o SENHOR pôs a palavra na boca de Balaão e disse... Quem contou o pó de Jacó ou enumerou a quarta parte de Israel?” (Números 23:5,10). Em 2 Crônicas 1:9, Salomão disse sobre Deus, “Tu me constituíste rei sobre um povo numeroso como o pó da terra”. Em Deuteronômio 10:22 lemos, “Com setenta almas, teus pais desceram ao Egito; e, agora, o SENHOR, teu Deus, te pôs como as estrelas dos céus em multidão”. Por isso, a promessa de descendentes numerosos se cumpriu.

A terceira e, sem dúvida, mais importante promessa a Abraão é a que se encontra em Gênesis 22:18. Essa é a ocasião quando Deus disse a Abraão para oferecer seu único filho, Isaque, como sacrifício. Abraão estava fazendo exatamente isso quando um anjo do Senhor parou sua mão e disse que, por não ter negado seu único filho, na descendência dele seriam “benditas todas as nações da terra”. Como a Bíblia claramente mostra, isso é uma bênção e promessa espiritual.

Há três partes dessa promessa:

1. O Descendente.
Fica claro em Gálatas 3:16 exatamente quem é o descendente. Aquele texto disse, “Ora, as promessas foram feitas a Abraão e ao seu descendente. Não diz: E aos descendentes, como se falando de muitos, porém como de um só: E ao teu descendente, que é Cristo.”

2. Todas as Nações.
No discurso de Pedro em Atos 3:25-26 ele disse aos judeus, “Vós sois os filhos dos profetas e da aliança que Deus estabeleceu com vossos pais, dizendo a Abraão: Na tua descendência, serão abençoadas todas as nações da terra. Tendo Deus ressuscitado o seu Servo, enviou-o primeiramente a vós outros para vos abençoar, no sentido de que cada um se aparte das suas perversidades”. “Todas as nações” inclui judeus e gentios. O evangelho “é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego” (Romanos 1:16).

3. Bênção.
Essa promessa tem a ver com o perdão dos pecados. O texto diz que Deus através de Cristo abençoa “no sentido de que cada um se aparte das suas perversidades” (Atos 3:25-26).
Assim a promessa diz que em Jesus Cristo todos, quer judeu, quer gentio, pode ser abençoado, isto é, podem ter seus pecados perdoados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget