Pesquisar este Blog

Postagens mais lidas

sábado, 26 de novembro de 2011

A promessa da terra (2) - Hiram Hutto


Pré-milenarismo (2º de uma série de artigos)
A promessa da terra (2)

No artigo anterior a este, enfatizei a importância das promessas que Deus fez a Abraão. Basicamente, são três: A terra de Canaã (Gênesis 12:7), que depois se estendeu a incluir toda a terra desde o rio do Egito até ao grande rio Eufrates (Gênesis 15:18); Descendência numerosa (Gênesis 15:5); e Na descendência de Abraão todas as famílias da terra seriam abençoadas (Gênesis 22:18).

Deve ser enfatizado que, em resposta à pergunta de Abraão, Deus garantiu que o cumprimento da promessa da terra não seria para Abraão pessoalmente. Certamente, ele morreria (Gênesis 15:15), e seus descendentes receberiam a terra após ficar na escravidão no Egito por 400 anos (Gênesis 15:13). Assim foi depois de 400 anos que Moisés levou os israelitas fora do Egito em direção à terra prometida (Êxodo 12:40-41; Atos 7:17). Após uma passagem de 40 anos no deserto, os israelitas, sob a liderança de Josué, entraram na terra prometida. E, antes da morte de Josué, Deus enfatizou que “deu o SENHOR a Israel toda a terra que jurara dar a seus pais; e a possuíram e habitaram nela” (Josué 21:43; Neemias 9:8). Depois, nos dias de Salomão, a Bíblia diz: “Dominava Salomão sobre todos os reinos desde o Eufrates até à terra dos filisteus e até à fronteira do Egito” (1 Reis 4:21). Assim foi que Deus cumpriu a promessa da terra aos descendentes de Abraão.

Enquanto é verdade que Deus deu a terra que prometeu aos filhos de Israel, é importante observar que mesmo depois de eles conseguirem a terra, a sua permanência na terra tinha a condição de servirem fielmente a Deus. Há numerosas Escrituras que afirmam isso. Vamos ver apenas algumas. “Se te esqueceres do SENHOR, teu Deus, e andares após outros deuses, e os servires, e os adorares, protesto, hoje, contra vós outros que perecereis” (Deuteronômio 8:19). “Quando violardes a aliança que o SENHOR, vosso Deus, vos ordenou, e fordes, e servirdes a outros deuses, e os adorardes, então, a ira do SENHOR se acenderá sobre vós, e logo perecereis na boa terra que vos deu” (Josué 23:16). “Porém, se vós e vossos filhos, de qualquer maneira, vos apartardes de mim e não guardardes os meus mandamentos e os meus estatutos, que vos prescrevi, mas fordes, e servirdes a outros deuses, e os adorardes, então, eliminarei Israel da terra que lhe dei...” (1 Reis 9:6-7). É óbvio que ficar com a terra dependia da sua fidelidade.

Mesmo uma leitura casual do Velho Testamento mostra que não foram fiéis. Por favor, observe estas passagens:
Jeremias 7:24 “...Mas não deram ouvidos, nem atenderam, porém andaram nos seus próprios conselhos e na dureza do seu coração maligno; andaram para trás e não para diante.”
Jeremias 25:8-9 “...Portanto, assim diz o SENHOR dos Exércitos: Visto que não escutastes as minhas palavras, eis que mandarei buscar todas as tribos do Norte, diz o SENHOR, como também a Nabucodonosor, rei da Babilônia, meu servo, e os trarei contra esta terra, contra os seus moradores e contra todas estas nações em redor, e os destruirei totalmente...”

Jeremias 32:22-23. Deus disse que lhes deu essa terra, que ele prometeu com juramento a seus pais que lhes daria, uma terra que mana leite e mel; e eles entraram, e tomaram posse; mas não obedeceram a sua voz, nem andaram na sua lei; não fizeram nada de que ele havia lhes mandado; por isso ele deixou todo esse mal vir sobre eles.

Escrituras parecidas com essas podem ser multiplicadas várias vezes. Assim é claro que Deus cumpriu sua promessa da terra aos descendentes de Abraão. Como não foram fiéis, perderam o direito a qualquer alegação que possa ser feita de que a terra lhes pertence hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget