Pesquisar este Blog

Postagens mais lidas

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Técnicas de leitura rápida

Técnicas de leitura rápida
"Um bom leitor não lê palavra a palavra, agrupa as palavras".

Esta é uma das primeiras pistas sugeridas por Maurice Guidici no manual 'Treino para uma leitura rápida e eficaz'. Ler com mais velocidade resulta melhor que ler lentamente.

Por trás desta teoria está a ideia que o "leitor rápido" é capaz de abranger mais palavras de uma vez, capta a informação de um texto de forma global, conseguindo desta forma ler ideias, não palavras, levando-o a uma compreensão mais eficaz daquilo que leu.

Ao contrário, o "leitor lento", ao ler as palavras uma a uma, esforça-se mais para enlaçar os significados e atingir, assim, uma ideia genérica do conteúdo da leitura.

Como afirma Maria Teresa Bofarull no seu livro Compreensão da leitura: o uso da língua como procedimento, "a velocidade de leitura não é adequada quando a sua lentidão faz com que se perca a lembrança das palavras que se acabam de ler, o que torna difícil dar sentido às frases e estabelecer relações entre elas".
A velocidade de leitura de cada um deve adaptar-se sempre ao tipo de texto e à finalidade da leitura
É claro que, quando se fala de leitura rápida, esta deve estar ligada à leitura compreensiva. Não serve de nada ser capaz de ler um texto depressa se depois não somos capazes de explicar o que lemos.

Por isso, a velocidade de leitura de cada um deve adaptar-se sempre ao tipo de texto e à finalidade da leitura. Isto é, não é o mesmo ler um texto complexo de um manual, que deve ser estudado para um exame, ou ler um simples artigo de uma revista para passar o tempo.

Técnicas de velocidade
A leitura continuada permite ampliar de forma significativa o vocabulário, imprescindível para que a velocidade de leitura seja maior
Para conseguir atingir uma adequada velocidade de leitura é preciso partir de umas premissas básicas.

Em primeiro lugar, o mais importante é ler e ler. Quanto mais e mais variado melhor. Só deste modo, com a prática, se obtém um bom hábito que permita ler de forma rápida e eficaz.

Além disso, a leitura continuada permite ampliar de maneira significativa o vocabulário, imprescindível para que a velocidade de leitura seja maior.

Por outro lado, a concentração desempenha um papel fundamental no ritmo da leitura, por isso, é preciso tentar ler sempre num ambiente sem distracções para que o leitor possa concentrar-se facilmente.

Além destas premissas, há também uma série de técnicas para aumentar a velocidade de leitura que foram experimentadas em muitas ocasiões e cuja efectividade se comprovou:

Técnica das três paginas: esta é uma das técnicas mais eficazes para aumentar a rapidez de leitura. Para levá-la a cabo, o que deve fazer-se é seleccionar primeiro três páginas consecutivas de um livro.

A primeira lê-se ao ritmo habitual de leitura; a segunda é preciso tentar lê-la à maior velocidade possível, mesmo que não se compreenda nada e a terceira e última página lê-se também o mais rápido possível mas, desta vez, tentando compreender tudo.

Com a repetição desta técnica, o leitor pode comprovar como aumenta cada vez mais a sua velocidade de leitura.

Técnica do postal: este simples sistema requer apenas um texto e um simples papel ou postal. A técnica consiste em colocar o papel ou postal debaixo da primeira linha do texto e ir baixando linha a linha à medida que se avança na leitura até finalizar a página, tentando aumentar a velocidade de leitura enquanto se progride no texto.

Este método está concebido como forma de ampliar o campo visual, podendo captar de uma só vez todas as palavras de cada linha.

Skimming: literalmente esta técnica traduz-se por "desnatar", isto é, remover o que está à superfície. Aplicada à leitura significa prescindir daquelas palavras que não são necessárias para compreender um texto.

Com este método o leitor deve tentar, através de uma leitura rápida, captar as ideias fundamentais de um texto passando a vista por todas as palavras, mas interiorizando apenas as que afectam o significado e desprezando outras "inúteis", como artigos ou advérbios que existem no texto como recursos ornamentais.

Erros de leitura

Vocaliza enquanto lê?, segue as linhas com o dedo? Estes hábitos, e outros que se costumam utilizar de forma sistemática, entorpecem de maneira significativa a velocidade de leitura de um texto.

A seguir, detalhamos alguns dos erros mais frequentes que se cometem enquanto se lê. Foram recolhidos por Juan Carlos Garelli em 'Método de leitura veloz' e Richadeau no seu 'Método de leitura rápida'. Evitá-los é o primeiro passo para conseguir uma leitura eficaz.

Vocalizar:
a mente funciona mais depressa que a boca. Portanto, se vocalizamos as palavras ao mesmo tempo que lemos, atrasamos a velocidade de leitura. Se não se for capaz de evitar esta má prática, aqui fica uma recomendação drástica: introduzir um lápis ou uma caneta entre os lábios para impedir a vocalização.

Subvocalizar:
em algumas ocasiões, ainda que sem movimentar os lábios, repetem-se mentalmente as palavras que se lêem, provocando desta forma o mesmo atraso da vocalização. Tentar captar as ideias, não as palavras, pode ser um bom método para erradicar este hábito, da mesma forma que aumentar de maneira forçada a velocidade de leitura.

Regressões:
voltar uma e outra vez ao texto lido desacelera a leitura de forma significativa. É importante evitar as regressões limitando-as ao estritamente necessário, quando não se tenha compreendido a totalidade de um parágrafo.

Movimento:
os movimentos da cabeça e do corpo podem provocar a perda do texto e a quebra do ritmo de leitura. O desejável é apenas o movimento ocular sobre o texto.

Guiar-se com o dedo:
utilizar um dedo ou um lápis para guiar ou direccionar a leitura constitui um hábito de apoio que, apesar de poder ser eficaz numa fase inicial para se adquirir um hábito de leitura rápida, pode reduzi-la se se abusa dele.

Marta Vásquez-Reina
Por Francisco Eriberto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget