Pesquisar este Blog

Postagens mais lidas

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Cuidado bucal

Alerta contra bafo

Avisar que alguém tem mau hálito é tarefa das mais constrangedoras. Para tentar ajudar, algumas entidades já oferecem serviços que alertam, por e-mail ou carta, quem tem o problema. Tudo de forma educada e, é claro, sem revelar o remetente. É o caso do "SOS Mau Hálito", iniciativa da Associação Brasileira de Halitose (ABHA), que recebe cerca de 300 cartas todos os meses. Para enviar um aviso, basta entrar no site e fazer a solicitação. 
"Cerca de 30% dos brasileiros têm mau hálito e o problema atinge mais os estressados ou quem toma antidepressivos e remédios para diabetes e hipertensão", afirma Marcos Moura, presidente da ABHA.
Maurício Duarte da Conceição, diretor da Clínica Halitus, que manda todo mês até 500 avisos por meio do serviço "Bom Amigo x Mau Hálito", explica que o problema afeta a autoestima e a vida afetiva, profissional e social das pessoas. Para piorar, geralmente a halitose não é sentida pelo próprio portador, o que tornam inúteis os testes para sentir o cheiro exalado. "Como o nariz está próximo da boca, as células do olfato se acostumam com o odor. Por isso é importante alertar o amigo", explica Moura.
O mau hálito pode ser crônico ou eventual, causado por horas sem comer ou ingerir água. Alimentos como alho, cebola e pimenta tendem a piorar o problema e, ao contrário do que muitos pensam, o estômago é responsável por apenas 1% dos quadros de mau hálito. "Em 90% dos casos, a origem está na boca. As principais causas são a falta de higienização correta, doenças da gengiva, além da diminuição na produção de saliva, que contribui para a proliferação de bactérias", pontua o presidente da ABHA.
Em alguns casos, o mau hálito pode ser sinal de doenças mais graves, como problemas renais, hepáticos, metabólicos e das vias aéreas. "A intenção do aviso é orientar a população sobre a halitose e incentivar a procura por um dentista. Mas o serviço não está livre de ser usado em brincadeiras de má fé", avisa Moura.

Previna-se
Manter hálitos saudáveis ajuda a afastar o problema

  • Fazer uma higiene bucal correta, com escova, fio dental e limpeza da língua
  • Ingerir no mínimo 2 litros de líquidos por dia
  • Evitar ficar mais de 4 horas sem comer
  • Controlar o nível de estresse
  • Evitar alho e cebola em excesso e alimentos com alto teor de gordura e proteína
 Marília Medrado
Serviço:SOS Mau Hálito - http://www.abha.org.br/sosmauhalito
               Bom Amigo x Mau Hálito - http://www.clinicahalitus.com.br/bom-amigo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget